Search
  • Tiago Alves


Guia completa de como escanear com Scanner 3D


Os sistemas simples de inspeção bidimensional (Scanner 2D) existem há muitos anos e normalmente funcionam através da iluminação e fotografia de um objeto, e depois comparam a imagem captada com um objeto de referência 2D padrão conhecido. A digitalização 3D (scanner 3D), por outro lado, acrescenta a capacidade de obter informação de volume, planicidade ou rugosidade de um objeto.


Existem 2 tipos de Scanner 3D:


- Scanner 3D não contato

- Scanner 3D contato


Hoje vamos falar sobre Scanner 3D não contato que é mais utilizado e padronizado no mercado.



5 fases de processo do escaneamento 3D



1. Calibração e captação: As propriedades de um objeto são medidas por sensores e câmeras. depois os valores medidos são armazenados para processamento posterior. O processo de captação é geralmente realizado de vários ângulos do objeto escaneado e em várias fases para assegurar que todos os detalhes relevantes são capturados. E para realizar esse processo sem erros, necessita realizar o calibração do Scanner 3D com placa de calibração.





2. Registo: os conjuntos de dados das várias fases de capitação são referenciados e calibrados dentro de um quadro de referência consistente, estabelecendo ligações entre conjuntos de valores medidos, o que ajuda a integrar os valores medidos num modelo fortemente integrado.




3. Geração: Durante a fase de capitação, não é prático medir cada ponto numa superfície contínua, pelo que os dados de medição são discretos ou não contínuos. Para modelar superfícies contínuas, foram desenvolvidos vários algoritmos para interpretar corretamente os valores medidos e para interpolar ou preencher a superfície entre pontos de dados.




4. Fusão: os valores medidos de várias fases são combinados num único objeto. Esta etapa pode ser executada antes ou depois do processo de generalização. Várias iterações das etapas 3, 4 e 5 são necessárias para produzir um modelo preciso. 5.




5. Optimização: o modelo pode ser reformatado para uma utilização óptima na aplicação objeto